O Sistema Digestivo

O sistema digestivo se estende da boca até o ânus, e as doenças que ocorrem em cada componente do sistema digestivo variam conforme o local acometido.

No esôfago os distúrbios mais comuns compreendem a esofagite por refluxo (pela exposição do baixo esôfago ao ácido gástrico regurgitado do estômago), e o carcinoma, sendo mais importantes o carcinoma escamoso e o adenocarcinoma. Em crianças, as malformações congénitas mais importantes compreendem a atresia esofágica e a ligação anormal com a traqueia .

O estômago é um local importante de ulceração péptica, que comumente resulta de uma ruptura nos mecanismos normais que protegem a mucosa gástrica da ação de seus próprios ácidos. A utilização crescente da endoscopia tem demonstrado que a gastrite crónica é uma condição frequente e importante com inúmeras causas diferentes, e pode ter um papel biológico no eventual desenvolvimento do adenocarcinoma de estômago.

O intestino delgado é o principal local de absorção dos alimentos básicos, e as doenças da mucosa do intestino delgado podem levar a síndromes de má-absorção; uma causa importante é a doença celíaca (enteropatia do glúten), na qual um processo imune leva à destruição da mucosa do intestino delgado. O intestino delgado, particularmente o íleo, é o local mais comumente envolvido pela doença inflamatória conhecida como doença de Crohn. Os distúrbios inflamatórios agudos do intestino delgado são comuns mas transitórios, e resultam principalmente de infecções bacterianas ou virais. O estômago e o cólon normalmente também estão envolvidos (gastroenterite infecciosa).

Provavelmente a doença inflamatória mais comum de todo o sistema digestivo seja a apendicite aguda, que requer tratamento cirúrgico, especialmente em crianças e adultos jovens, mas ocasionalmente também em adultos e idosos, quando muitas vezes o diagnóstico pode ser dificultado.

Embora também possa estar envolvido na doença de Crohn, o cólon é o principal alvo da doença inflamatória crónica intermitente denominada colite ulcerativa. Esta doença é sabidamente um fator predisponente ao desenvolvimento de adenocarcinoma colorretal, que é extremamente comum. Outros fatores predisponentes ao câncer de cólon incluem o desenvolvimento de pólipos neoplásicos benignos na mucosa colônica (pólipos adenomatosos). No carcinoma colorretal existe uma sequência bem reconhecida de alterações iniciando com o pólipo benigno até o adenocarcinoma invasivo. Outras condições importantes do cólon são as anormalidades mecânicas doença diverticular e vólvulo. Os distúrbios envolvendo a região anal são um motivo frequente de consultas médicas e, embora bastante triviais, os sintomas destas perturbações são muito estressantes (hemorróidas, prurido anal, fissuras anais); a única condição envolvendo o ânus e que representa risco de vida é o carcinoma escamoso

  • RenataDaniielly

    seria apendici com essa minha dor na barriga puxando pra á perma esquerda